segunda-feira, 23 de janeiro de 2017

À minha filha Leonor

Querida filha,

Quando há mais de 13 anos decidimos ter-te, nunca pensei que coubesse tanto amor dentro de mim. Ver bebés e os filhos dos outros, apesar de todo o carinho que se possa ter por bebés, não se compara à sensação de ver um filho nosso, neste caso uma filha, nascer. Sim, chorei assim que te vi, a berrar bem alto, no momento em que nasceste. Desde esse dia nunca mais fui a mesma.

Não sou a mãe mais stressada do mundo, não sou a mais benevolente, não sou a mãe melhor amiga, sou a mãe Mãe, chata e  exigente. Puxo por ti porque sei que podes dar sempre o teu melhor. Sei bem que fazes caretas quando não concordas comigo, ou quando achas que estou a exigir demais. Mas também sei que é sempre comigo que vens ter quando as coisas não correm tão bem, quando tens algum problema, ou quando fizeste alguma coisa que não devias. Isso mostra-me que tenho feito o melhor que sei e que tem resultado bem.

Na verdade, foi contigo que aprendi a ser mãe. Apesar de tudo o que se diz sobre a intuição, sobre a natureza humana, eu acho que também há aprendizagem. Não tanto aprender a dar banhos e mudar fraldas, mas aprender a ensinar, aceitar diferenças, personalidades, disposições, ritmos. Podia falar neste post nas primeiras palavras que disseste, nos momentos em que deste os primeiros passos, no primeiro dente, que nasceu em terras espanholas, nas primeiras papas, no facto de sempre teres comido bem, de sempre teres detestado sopa, de teres sempre sido a mais alta da turma... Haveria muitas coisas para contar, para recordar, para rir, coisas essas que ficarão para sempre guardadas na minha memória e no meu coração.

Falo de aprender a lidar com o crescimento e com a personalidade. Herdaste do teu pai o feitio contrariador e a capacidade satírica, da qual resmungo, mas que na verdade admiro. É preciso ser inteligente para fazer as piadas que fazes, com um sentido crítico quase cirúrgico, e ficar impávida e serena enquanto que todos os outros se riem às gargalhadas. Falo em aprender a crescer contigo, de deixares de gostar de Hello Kitty e princesas, para quereres ver concertos do Agir ou do Shawn Mendes. Aprender a ver-te crescer, não em altura, porque a isso habituei-me cedo, mas em maturidade. Aprender a aceitar que, ao contrário de mim, falas pouco, ao telefone és monossilábica, não és expansiva e mesmo assim tens facilidade em fazer amigos, bons amigos. Aprender que, apesar destas diferenças todas temos uma relação maravilhosa, próxima, na qual nem uma nem outra precisa de falar.

Por tudo isto, este post é dedicado a dizer-te que te Amo, mais do que alguma vez pensei ser possível amar alguém, e que tenho muito orgulho em ti. Tenho orgulho na menina correta que és, que sabe bem o que está certo e errado e que, como todas as meninas, faz as suas asneiras, mas sabe reconhecer e arrepender-se quando o faz. Tenho orgulho na boa amiga que és, na amiga que guarda segredos e que não conta a ninguém, nem mesmo a mim, que é fiel aos seus amigos. Tenho orgulho na menina responsável em que te estás a tornar, bem sei que também estás a aprender a ser adolescente, para vir a ser adulta, mas já sabes o que tens e deves fazer, de acordo com a tua idade. Tenho orgulho na irmã que és, por vezes exigente demais com as tuas manas, mas muito protetora quando assim tem de ser. E tenho orgulho na filha que és, por vezes resmungona, nem sempre obediente, mas sempre preocupada quando achas que algo não está bem. 

Tem sido assim, tem sido desta forma que tenho aprendido a ser mãe, a crescer contigo, a partilhar contigo e tem sido muito bom. É contigo que vou continuar a aprender, a ter uma filha adolescente (pois já és teen - fazes 'thirteen') mais tarde, a ter uma filha adulta e, quem sabe, a ter uma filha mãe. Na verdade, o que eu desejo é conseguir cumprir bem o meu papel e ajudar-te a ser feliz, pois tu tens cumprido muito bem o teu e fazes-me muito feliz.

Obrigada minha querida, por seres como és.




sexta-feira, 20 de janeiro de 2017

Aos pares

Olá perfects,

Como foi essa semana? Espero que tenha sido boa, pois o fim de semana está aí a chegar. Lembro-me que, quando vivia na outra casa, passado algum tempo de lá estar, usava os fins de semana para ver o que podia melhorar numa ou noutra divisão. Já sei que pode ser defeito de fabrico. ;)No entanto, também sei que acontece o mesmo com algumas de vocês.

Parece-me que tenho várias clientes que andam a pensar remodelar os quartos de banho, o que eu acho uma maravilha. Na verdade, ao longo de vários anos os quartos de banho foram vistos como uma divisão técnica, para a qual se escolhia os cerâmicos (quando a escolha eram mármores, já se notava uma preocupação especial), as louças e as torneiras e se colocava um grande espelho em toda a área da bancada, principalmente em casas de banho com dois lavatórios. Se acho mal? Não, aliás há situações em que esta é uma excelente opção, como fiz no WC de das minhas filhas. Mas há tanta vida para além dos espelhos em tamanho XL. 

Uma das opções a que acho que resulta lindamente e pode alterar completamente a divisão são os espelhos redondos. Em casas de banho duplas, então, adoro. Vejam, nas fotos que se seguem como podem ficar bem em contextos totalmente diferentes. Com elementos clássicos, em contextos rústicos ou mais contemporâneos, mostram logo que houve uma preocupação com a decoração daquele espaço. Podem ser em inox, madeira, ou pintados e colocados sobre uma infinidade de materiais diferentes, que ficam sempre bem. Concordam?












Qual destas casas de banho é a vossa preferida?

Beijinho e bom fim de semana,

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!

quinta-feira, 19 de janeiro de 2017

TBT #1

Olá perfects,

A maioria já deve estar a par deste conceito de TBT, ou seja, throwback Thursday, que remete para postar memórias às Quintas-feiras. Pois, então, é isso que vou fazer. Como recordar é viver, vou procurar seleccionar algumas fotos (publicadas ou não) de detalhes de projetos que já fiz, ou da minha vida, que me recordam momentos felizes.

Hoje começamos com o detalhe de uma mesa de cabeceira, muito romântica, em que re-utilizamos a base do candeeiro. Uma das coisas que mais adoro é a fase final da decoração, na qual, escolho os pormenores decorativos. Na minha opinião fazem imensa diferença. Espero que gostem e que sirva de inspiração para re-decorarem as vossas mesinhas de cabeceira. :)



Beijinho e até amanhã,

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!

quarta-feira, 18 de janeiro de 2017

Palm Beach Inspired: quarto de bebé

Olá perfects,

A semana passada mostrei o que considero ser as tendências de quartos de bebé para 2017. Algumas são bastante arrojadas e sei que algumas mães acham demais para elas. No entanto, há sempre formas de as aplicarmos de forma mais subtil. O que é necessário é saber como aproveitar os espaços e ter imaginação. 

Uma das tendências de que falei foi da entrada do verde, que irá, no meu ponto de vista, ser visto em pormenores. Noto que já tenho várias clientes que preferem usar bases neutras, nos quartos dos primeiros filhos, sempre pensando que poderão vir a ter outro do género oposto. Este quarto que vos trago é o oposto disso. Um quarto super cor de rosa, mais menina é impossível, mas com vários elementos originais. O recanto da zona muda fraldas uma delícia, no qual se adaptou um carrinho de chá. O verde entra no tecido das almofadas e cadeirão, de forma muito subtil, já que o cor de rosa domina o espaço. Os flamingos são outro pormenor muito Palm Beach, que eu adoro e está presente em diversos elementos, mesmo em detalhes dourados, que acho amorosos nos quartos que pretendem ter um look requintado. O candeeiro de tecto, um pormenor clássico, mas com imenso requinte e que faz sentido neste contexto.












Eu sei que este quarto não tem uma decoração de que todas vão gostar. É muito pink para umas e muito sofisticado para outras. No entanto, serve para mostrar que a conjugação de diversos elementos como riscas, folhas, dourados; a atenção ao pormenor; a boa organização do espaço; a existência das três áreas essenciais de que sempre falei e a originalidade; mostram que a decoração de interiores profissional faz muita diferença, mesmo num quarto de bebé. No caso deste projeto, ele tem tudo a ver com a assinatura das decoradoras da Luxe Report Designs, o estilo Palm Beach mais clássico. Por isso, procurem imagens do portfolio das decoradoras com que identificam, pois, assim, o resultado final da decoração da vossa casa, será Perfect! :)



Espero que tenham uma boa semana,

Beijinho,

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!


quarta-feira, 11 de janeiro de 2017

9 tendências de quartos de bebé para 2017

Olá perfects,

Espero que o vosso ano tenha começado bem. O meu já está a um bom ritmo. Já terminamos dois quartos a semana passada, que estou ansiosa por mostrar, logo que possa tirar fotos e estou a tentar organizar tudo com os projetos que transitaram de 2016 e os novos que estão a agendar. Daí este ser o meu primeiro post do ano.

Como sabem, uma das divisões que mais adoro decorar são quartos de criança. Felizmente já tenho tido alguns publicados em sites estrangeiros o que me dá sempre uma grande alegria, pelo reconhecimento dos pares, como é natural! 

Sendo uma divisão que permite arriscar um pouco e obriga a bastante criatividade é, como todas as outras, influenciada pelas tendências. Procuro estar a par das tendências, para toda a casa, mas em especial para esta divisão, pois tem algumas características específicas de que gosto muito e as minhas clientes têm de ser a primeiras a saber. :)

Desta forma, resumo aqui, as que são de acordo com a pesquisa que fiz e, naturalmente, a minha própria opinião, as tendências para o próximo ano.

1 - Flores tamanho XL 
Temos visto imensas versões de papeis de parede ou até vinílicos, mas estas versões de flores grandes nas paredes (para quartos de menina, naturalmemte) têm assumido um papel de destaque nos quartos das famílias mais arrojadas e que gostam de primar pela diferença. Pessoalmente, prefiro quando se compensa com tons pastel, até porque eu gosto de usar tons claros nos quartos a ainda gosto mais quando as flores parecem pintadas com aguarela. Dá um ar muito requintado e suave ao espaço. 




2 - Arte XL
Ainda na sequência de ter um ponto de destaque, temos um quadro grande nos quartos, em confronto com a composição de pequenos quadros que temos visto. Em diversos casos, estamos mesmo a falar de obras de arte. Afinal, é de pequenino que se começa a apreciar arte, não é?




3 - Estilo Boho Chic
Definitivamente o estilo boémio tem invadido as casas e, consequente os quartos de bebé. O segredo está em usar apenas alguns pormenores para não sobrecarregar os quartos de elementos demasiado temáticos. Um tapete boho, um puff ou uma grinalda de parede com renda ou flores, um louceiro antigo transformado em roupeiro, dão logo um ar boho chic mas contemporâneo, que é exatamente como gosto de ver este estilo.






4 - Árvores do bosque
Já vimos muitas árvores em quartos, muito desenhadinhas, com passarinhos, muitas delas em vinílico. No entanto, a nova tendência é diferente. Estamos a falar de árvores do bosque, menos infantis, mais naturais. Algumas vezes misturadas com animais do bosque, como raposas ou veados, que trazem o lado mais infantil aos quartos.




5 - Montanhas
Mães de meninos, como podem ver eu não me tenho esquecido de vocês. A tendência 2 e 4 são ótimas para quartos de meninos. No entanto, esta é, na minha opinião, mesmo mais adequada a vocês. A natureza, em si, é uma tendência, já vimos flores, árvores e agora montanhas. Uma parede a simular montanhas é original, pode ser feita em tons neutros que não prende com outras cores, desperta a curiosidade pelo exterior e pela natureza, à medida que as crianças vão crescendo para além de criar um ponto de destaque. 




6 - Cómodas (e outro mobiliário) com cores arrojadas
Já vimos o branco a invadir os quartos de bebé. Depois de anos a berços em tom natural, entrou o branco e veio para ficar. No entanto, a verdade é que a utilização de cores diferente tem sido cada vez mais recorrente e marca pela diferença. Não tenham medo de arriscar, especialmente se utilizarem tons neutros no resto da divisão e no restante mobiliário.





7 - Greenery 
Como já disse num post anterior, a cor sugerida pela Pantone como a cor de 2017 foi um verde aberto, a que designaram Greenery. Mais do que usar exatamente este tom em particular, vamos ver o verde a assumir um papel cada vez mais importante na decoração. No caso dos quartos de bebé vai estar nos pormenores, pode ser nas cómodas, como referi na tendência anterior, mas espero vÊ-lo muito nos tecidos. Para quem quiser arriscar mais, uma parede num tom mais escuro pode também ser uma opção interessante e invulgar.




8 - Parede escura
Ora aí está uma tendência que implica um grande arrojo (dos pais, está claro), pintar uma parede (em alguns casos com papel de parede) de um tom escuro. É interessante que, quando conjugada devidamente, torna a divisão tão aconchegante!


 





9 - Berços de ferro (em rose gold, ou apenas dourados)
Esta é talvez uma das tendências que mais adoro. Na verdade, estes berços fazem-me lembrar os berços de quando era pequena, mas reinventados. O Rose gold chegou em 2016 e conquistou muitos corações. Um berço destes num quarto de bebé marca pela diferença. Em Portugal, ainda não tenho visto, por isso, se as vossas mães tiverem um berço em ferro, guardado algures, pensem em reciclá-lo, pois pode valer muito a pena. Se não for em rose gold, que seja em dourado, que já vai dar um ar mais do que chic à divisão.






Agora duas questões para vocês:
1 - qual (quais) a(s) vossa(s) tendências preferidas?
2 - Qual (quais) a(s) tendências que não usariam no quarto dos vossos filhos?


Espero que tenham gostado deste post e que se inspirem.

Beijinho,

Inês

BE HAPPY, BE PERFECT!